Com o avanço tecnológico caminhões cada vez mais autônomos estão sendo fabricados, a busca por carros mais seguros e inteligentes vêm crescendo de forma muito rápida e alguns nomes lideram este mercado com investimentos milionários na área.      

Novidades

A maior novidade destes caminhões é a capacidade de evitar colisões e atropelamentos, com um sistema de frenagem automática que antes da situação acontecer faz usa de sua inteligência artificial e prevê os riscos da estrada antecipadamente. A pouco tempo testes deste sistema autônomo foram feitos na Alemanha pela Mercedes-Benz em uma rodovia, onde o caminhão seguia a 30 quilômetros por hora. O objetivo da montadora Mercedes-Benz é revolucionar o mercado de veículos com a implantação destas tecnologias, tornando a experiência automobilística ainda mais incrível do que a atual.  O Monitoramento 24 horas do veículo e sinais de alerta (inclusive uma vibração no banco do motorista) dentro do veículo para deixar os motoristas ainda mais atentos, também são inovações da área.

 

Confira agora como cada montadora está investindo no ramo:

 

A Alemã Mercedes-Benz

Estão sendo desenvolvidos pela marca novos componentes e sensores, em especial, os de detecção de objetos os quais fornecem um maior poder de decisão aos próprios caminhões. Além disso, o sistema Assistente Ativo de Frenagem (ABA) foi lançado em 2013, e já está na quarta geração, estando praticamente no meio do caminho para entregar um veículo totalmente autônomo.

Ainda faltam leis e regulamentações na legislação que permita isso. Um dos motivos para que as leis para carros autônomos tenham um progresso lento, é por ser algo recente e também porque muitos testes ainda estão sendo feitos nas ruas, e a maioria a velocidades baixas. Mesmo sendo algo recente, devemos ficar atualizados sobre este assunto, pois cedo ou tarde poderemos estar no trânsito ao lado de um carro autônomo.  

Além do sistema inteligente de freios da Mercedes-Benz, o caminhão tem um dispositivo que reconhece uma mudança brusca de faixa de rodagem, feita pelo motorista. Alertas luminosos se acendem no painel do veículo e um sistema de vibração no banco é acionado para avisar o motorista, como já comentado antes, deixando ele mais alerta, e diminuindo riscos.

 

A Sueca Scania

Para a empresa, esse tipo de tecnologia é uma novidade, e nada assim havia sido fabricado antes. Desde o conceito ao acabamento, tudo foi pensado exatamente para ser diferente. Um maior espaço na cabine e itens de segurança como airbag na porta do veículo são alguns exemplos de modificações.

A grande inovação da empresa realmente é oferecer um sistema de monitoramento constante do veículo. Este sistema funciona com um chip instalado no veículo, desta maneira uma equipe da Scania poderá acompanhar desde desvios de rota até padrões de direção perigosa, e se necessário, um atendente poderá entrar em contato com o motorista para saber o que está acontecendo, assim uma segurança maior ao motorista é garantida.

 

A Italiana Iveco

O grande diferencial da montadora é dado no transporte de cargas pelo seu sistema de frenagem automática. Este sistema fica dentro do motor do veículo e é acionado todas as vezes que a marcha é reduzida. Outro sistema é o Intarder, que é um tipo de freio auxiliar que está acoplado à caixa de câmbio do veículo, garantindo assim uma vida mais longa aos freios do veículo.